domingo, 20 de outubro de 2013

A condição humana é um aperto no peito que nos faz delirar.
O constante temer de não poder parar.

Vazio que nos entranha a alma,
Que nos corroi e nos faz perder a calma.

O pensamento, uma artimanha
Um pesar que nos arranha.

A constante luta que nos faz arder.
A ilusão de prever o que poderíamos ser.



Sem comentários:

Enviar um comentário