sábado, 2 de abril de 2016

Inverno Inferno


Intalo a garganta,
Cobro-me com uma manta.

Mergulho em mim
Até ao fim.

Sento-me ao pé
De ti, com fé.

Fé que me segures,
E me cures.

Joelhos no chão,
Dor no coração.

Arma junto à cara,
Grito, PÁRA!


ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº

I'm feeling cold, I'm feeling blue.

Sem comentários:

Enviar um comentário