quarta-feira, 1 de junho de 2016

i can't complain º


Não sei, não sei como aconteceu. Fechei os olhos e tive um sonho mau, daqueles sonhos maus em que te queres mexer e não podes, falar mas ninguém te ouve, acordas três vezes mas nunca sais do mesmo sitio. Tive um sonho mau, mas quando olhei estava acordada contigo junto a mim. Sonhei que me sonhaste. Embaralhei-me em mim.Uma confusão tamanha, mas quando acordei e te vi não me pude queixar. És mais do que alguma vez sonhei.
Descasco as laranjas com os pés, faço amor com as mãos e arte com o coração. Um beijo em ti são mil segredos em mim. Consigo te ver e tu vês me a mim por trás da cortina. Não doi, já não dói, parece um sonho que já sonhei. Concretizei um desejo longiquo de amor mutuo.
Onde as minhas lágrimas são as tuas e o meu riso o teu. Só tu e eu. Nos lençois, no chão, pela vida fora. Onde eu estou tu estás, o nosso olhar é sempre mutuo. Como é que me saiu a lotaria tão cedo? Mas, tão, tão tarde.